Você pode gostar também:

domingo, 22 de janeiro de 2012

Dinâmica em Grupo Teia de Aranha

Quando trabalhei no H. T. P. C. essa atividade, tive como atividade ou desafio, os professores e os educadores falarem sobre um defeito próprio e uma qualidade. Trabalhamos ao longo de 2011 sobre atitudes, disciplina e valores. O foco era ao mesmo tempo refletirmos sobre nossa atuação e nosso envolvimento na escola. Os Professores e educadores foram participativos, mas observei que na atividade houve uma espécie de separação entre educadores e professores, professor só jogou pra professor. As educadoras foram as ultimas a receber o barbante. Até nisso refletimos, onde estamos fazendo essa separação, sobre afinidade e exclusão, formação e interesse coletivo. 
Alguns alunos assistiram a atividade e ficaram admirados da participação dos seus professores. Comentando e ajudando. Isso não havia sido programado, mas deu um detalhe especial a atividade.
Outro aspecto a ser discutido é o trabalho em equipe, sendo amplamente vivenciado na parte final da atividade. Através da cooperação e a integração do grupo. 
Deixo as fotos da atividade pra nortear os trabalhos. E a metodologia da atividade.

Objetivos: formar uma teia de aranha com o barbante.

Atividade ou desafio: Pode variar conforme o objetivo da preocupação da gestão. Pode ser a apresentação individual de cada integrante, expor defeitos e qualidades, dizer sua opinião sobre um assunto, entre outros.  

Duração Prevista: 1h

Recursos Necessários:
Novelo de barbante.

Desenvolvimento: Os participantes ficam em pé, formando um círculo. Entregar a um deles um novelo de barbante, e então expor um desafio. Após a apresentação, ele amarra a ponta do barbante no dedo e arremessa o rolo para outro colega, que também seguirá a atividade. Amarrará a linha no dedo e arremessará o novelo novamente. Esse processo se repete até que todos os presentes tenham participado e estejam interligados por uma espécie de “teia de aranha”. Ao final das apresentações o coordenador do grupo solicita aos presentes que comentem o que os colegas disseram, (se prestaram atenção, se lembram do que foi dito, ou só se preocuparam com a própria apresentação) e o que sentiram em relação à “teia” que se formou com o barbante. Como perceber o outro e você no processo da atividade.

Observações: É importante reforçar a importância da reflexão sobre os próprios desejos e inclinações e que este é o primeiro passo para a conquista de um sonho e comentar que o barbante representa a união entre os indivíduos, já que não conquistamos nossos objetivos sozinhos. Ouvir o que os outros têm a dizer, ser atencioso às idéias dos demais, são atitudes fundamentais para esta caminhada.

Finalizar: No meio da teia coloquei separadas 4 garrafas. E amarrei quatro canetas penduradas na teia: tinha como objetivo  encaixar as canetas nas garrafas e o grupo encaixa-las sem deixar as outras canetas sair. A atividade estaria concluída com as 4 canetas nas garrafas.

Uma outra posibilidade: Um fechamento interessante para esta dinâmica, inclusive para que o grupo perceba como está o seu nível de atenção ao outro, é fazer com que o último participante jogue de volta o barbante à pessoal que lhe jogou repetindo o objetivo de vida do colega e assim sucessivamente até que retorne ao primeiro participante.




Um comentário:

  1. adogooooooooooooo cade eu a kauany ea bia


    ass: mylenna kaany e bia do 3 ano amarelo

    ResponderExcluir